COMO CRIAR UMA EMPRESA NA ARGENTINA, PASSO A PASSO

Agora, começar um negócio próprio em nosso país ficou mais fácil com a promulgação da Lei do Empreendedor, uma iniciativa que busca promover a criação e o start-up de micro e pequenas empresas na Argentina. 

Desde setembro passado, foi lançada a alternativa de constituição da nova modalidade de empresas de ações simplificadas – SAS, mecanismo que facilita a criação de uma empresa em apenas 24 horas e cujo processo é realizado inteiramente via internet.

criar_empresa_na_argentina

Deseja saber mais detalhes sobre essa opção para iniciar seu próprio negócio? A seguir, informaremos detalhadamente como iniciar o processo que permite criar uma empresa na Argentina sob essa modalidade, com os links necessários para iniciá-lo de uma só vez.

Confira também: Abertura de empresa nos EUA

REQUISITOS PARA CRIAR UMA EMPRESA NA ARGENTINA

No momento, a alternativa de criar sua própria empresa em 24 horas é ativada apenas para empresas que estarão localizadas na cidade de Buenos Aires. No caso das províncias, a opção será ativada muito em breve.

É necessário obter o Código Único de Identificação Trabalhista – CUIL, que é a autorização para iniciar qualquer atividade trabalhista, bem como o Código Único de Identificação Fiscal – CUIT, a chave com a qual a Agência Federal de Renda Pública – AFIP identifica todos os trabalhadores.

Além disso, é necessário ter um código de imposto nº 2 ou superior no AFIP, que permite executar vários procedimentos, como pagamento de impostos ou declaração de declarações, através da Internet e de qualquer PC ou dispositivo móvel.

Além disso, deve ser nomeado um administrador titular da empresa, que deve ter o código fiscal n ° 3 antes da AFIP. Se você deseja criar uma única empresa acionista, será necessário designar um administrador alternativo.

ETAPAS PARA CRIAR UMA EMPRESA NA ARGENTINA

O processo começa no site tramitesadistancia.gob.ar , que é acessado com o código tributário e a senha. Para poder entrar, é necessário aderir previamente ao serviço de Procedimentos Remotos – TAD a partir da página da AFIP, a rota é: Gerente de Relações com Código Tributário – Serviço de Aderir – Ministério da Modernização – Procedimentos Remotos; no vídeo a seguir, eles explicam muito bem.

Ao entrar na página, você deve escolher a opção “Constituição SAS” e definir os termos da empresa. É necessário inserir os dados dos parceiros e as funções que eles cumprirão na organização, além de determinar a distribuição de compartilhamento de cada um deles. Da mesma forma, o tipo de atividade, a data de fechamento e o código postal devem ser indicados.

No caso de escolher a opção de assinatura digital, cada membro receberá a notificação correspondente para sua assinatura em sua caixa de correio de tarefas no portal Remote Procedures – TAD. Se, pelo contrário, um Notário foi escolhido como a entidade certificadora, é necessário ir até ele para continuar com o processo. Se você escolheu a Inspetoria Geral de Justiça, deve ir ao escritório no dia indicado.

O pagamento para todo o procedimento é de 25% de dois salários mínimos, que no mês atual são equivalentes a US $ 4.430. Este valor cobre as taxas de inscrição e a publicação correspondente no boletim oficial. Se a certificação das assinaturas foi escolhida perante um notário, o custo deve ser incluído no total.

Por fim, se não houver inconvenientes e todos os requisitos forem atendidos, o procedimento é para aprovação imediata, recebendo o estatuto digital e o CUIT da nova empresa na bandeja do TAD. A partir daí, você pode processar uma conta bancária após registrar impostos nacionais na página AFIP e impostos locais na página AGIP.

Isso é tudo. Se você já tem sua ideia de negócio e desenvolveu o plano que lhe permite implementá-la, as Sociedades por Ações Simplificadas podem ser a melhor alternativa para iniciar sua empresa no menor tempo e com o menor custo. Realize o seu sonho de empreendedorismo e aproveite os benefícios apresentados para formalizá-lo.

Leave a Reply